Archiva

Raquel Russo

Adoro ler. Se pudesse passaria os meus dias a ler, de manhã à noite. Não há nada que não goste num livro: do cheiro das páginas impressas, à textura do papel, à imersão em realidades diferentes. Contudo, nesta "nova era", os livros não são exclusivamente impressos. Todos os dias surgem mais edições digitais de livros, mas na minha opinião, parte do encanto em ler um exemplar encadernado desvanece. Devo reconhecer, no entanto, que ter tanta informação à distância de um simples clique tem as suas vantagens. Assim sendo, escolhi desenvolver o meu arquivo num site — que permite aceder a informação que o livro impresso simplesmente não suporta (como o vídeo) ou adicionar permanentemente mais conteúdos. Como não queria perder a minha conexão com o "mundo impresso", cada texto e referência são apresentados em formato pdf para que possa ser impresso por qualquer utilizador. No segundo objeto, tento recriar o meu único desejo nos livros — que sejam intermináveis. Baseada nesta premissa este não tem capa e as páginas são encadernadas em acordeão permitindo que o leitor viaje para a frente e para trás sem parar. A narrativa é fragmentada, mas ainda assim em permanente associação, tal como os pensamentos do leitor.